Arquivo da tag: como ser fluente

Como melhorar o meu Listening – Dicas inéditas

Listening é um skill que todo estudante da língua inglesa tem um pouco de dificuldade e deseja melhorar. Para que essa habilidade seja desenvolvida, existem vários caminhos e também alguns macetes que podem ser seguidos.  Nesse post vamos explorar alguns deles.

Aumente seu vocabulário – Para quem está começando a estudar inglês (ou mesmo para quem já está nessa jornada há algum tempo) é realmente difícil entender o inglês falado, devido principalmente a muitas gírias, expressões e até mesmo palavras do dia-a-dia que o aluno ainda não está familiarizado. Para melhorar o seu listening, é muito importante que você foque algum tempo dos seus estudos aprendendo vocabulário novo, esse é um passo essencial, já que se você não conhece as palavras que estão sendo faladas, como você vai entendê-las? Nem se você estive as lendo você as entenderia.

Aprenda como as palavras são de fato pronunciadas – No exemplo abaixo eu tirei um screenshot da palavra safe no dicionário da Cambridge online. Nele você consegue ver em qual grupo gramatical ela está inserida (adjective) e o seu som fonético que é como ela é pronunciada (/seɪf/). Também é possível clicar no ícone US e UK para escutar sua pronunciação. Saber como as palavras são pronunciadas e ter Pronunciation certeza que você as está pronunciando corretamente vai facilitar bastante sua vida, já que as vezes, pelo simples fato de não sabermos como uma palavra é pronunciada, nós não conseguimos entende-la quando falada.

Aprenda o que é connected speech – De uma maneira geral, connected speech é quando duas ou mais palavras são conectadas em uma frase. Nós usamos o connected speech o tempo todo em português, por exemplo quando dizemos OS OLHOS AZUIS. Quando falamos essa frase devagar, nós pronunciamos todas as palavras, porém tente falar essa frase em voz alta, você conectou os S com as vogais não foi mesmo? O mesmo acontece em inglês, então quando estiver escutando em inglês, não espere ouvir as palavras separadamente, eles geralmente estarão ”linkadas”.

Note padrões na fala – Existem muitos aspectos a serem considerados dentro de pronunciation que pelo simples fato de estar ciente que eles existem já vai te ajudar a melhorar o seu listening. Alguns exemplos são: weak forms , word stress, sentence stress, intonation, assimilation, elision, liaison entre outros. Quando estiver escutando inglês e se possível lendo ao mesmo tempo, perceba como algumas palavras não são pronunciadas por inteira, ou são pronunciadas de forma mais sútil, perceba como as frases são ditas, quais palavras recebem mais entonação, que sons são adicionados entre algumas palavras na hora de falar, mas que não estão escritas e etc. Perceba, note como o inglês falado é diferente do inglês escrito e muito diferente do nosso português.

Não tente entender tudo – Focar e tentar identificar cada palavra que está sendo dita pelo falante bloqueia muitas pessoas de entenderem frases e o contexto da mensagem. Quando escutamos em nossa língua nativa, geralmente nós não prestamos atenção em cada palavra, cada preposição sendo dita. Nós prestamos atenção no todo, nos baseamos na informação que já temos sobre aquele determinado assunto e prestamos atenção na mensagem se utilizando principalmente de palavras chaves para entender a mensagem. Portanto, na próxima vez em que você for escutar em inglês, não foque apenas nas palavras, foque na mensagem, naquilo que você está procurando entender.

Se exponha a língua – Tente diversificar o seu listening, caso você ainda esteja no nível básico, comece com áudios mais fáceis, assista programas em inglês e com legenda em português e aos poucos vai aumentando o grau de dificuldade, colocando legendas apenas em inglês, e no futuro tente assistir sem legenda nenhuma. Tente ouvir podcasts com temas que você gosta, ler livros que acompanham um arquivo de áudio, youtube videos e assim por diante.  Tudo bem se você não entender 100% do que está sendo dito.O seu cérebro tem que se acostumar com o novo idioma, e isso não é tarefa fácil. Com o tempo, entender inglês vai se tornando algo mais natural, quanto mais você praticar, quanto mais você se expor ao idioma, melhor seu listening vai ficar.

Essas foram algumas dicas para melhorar o seu Listening, tente coloca-las em prática que tenho certeza que elas vão te ajudar bastante. Em breve vou escrever um pouco mais sobre o assunto, portanto fique ligado.

Will

Mitos e verdades sobre a fluência em inglês

Hi everyone!

Hoje eu quero falar de um tema muito interessante e que é dúvida comum entre aqueles que desejam aprender inglês, e que na minha opinião vai te ajudar muito a ser fluente em inglês.

Mitos e verdades sobre a fluência em inglês.truth-vs-myth

Existem vários motivos porque uma pessoa não fala inglês fluentemente. Eu já conheci os dois extremos, pessoas que em muito pouco tempo de estudo atingiram um nível de inglês muito bom e muitas outras que estudaram por 5, 6, 10 anos e ainda estavam no nível intermediário.

É muito difícil identificar o real motivo do sucesso de uns e o fracasso de outros, porém existem alguns mitos e verdades que nos ajudam a entender esse tema um pouco melhor.

Mito 1 – Só pessoas inteligentes aprendem inglês – Se você pensa que inteligência é um fator essencial quando QI NÃO INFLUENCIA NA HORA DE APRENDER IDIOMAaprendemos um novo idioma, você está enganado. Não existem estudos que comprovem que pessoas que vão melhor em testes de QI aprendem uma nova língua mais facilmente. Algumas pessoas que normalmente seriam consideradas inteligentes podem achar difícil a aprendizagem de línguas, enquanto outros, que conseguem resultados menores em testes de QI, podem facilmente conversar em um novo idioma. Por que isso? Há certamente alguns aspectos da inteligência que ajudam na aprendizagem de línguas , mas outros traços de personalidade podem ser importantes também.

Mito 2 – Eu só vou falar inglês fluente morando no exterior – Algumas pessoas pensam que é possível falar inglês apenas se você morar fora do Brasil, o que não é verdade.  É possível ser fluente em inglês sem sair do Brasil, existem muitas ferramentas para se aprender inglês aqui. Se você realmente quiser, é possível estar em contato com o inglês o tempo todo, através de rádios, tv e internet. Conheci muitas pessoas com inglês fluente que nunca saíram do Brasil, e muitas outras que moraram fora e não se tornaram fluentes em inglês. Portanto, este não é um fator determinante para o sucesso no idioma.

Mito 3 – Existe um método mágico pra aprender – Não existe um método ou fórmula mágica para aprender inglês. Não existe fórmula mágina para aprender inglêsExistem sim muitos métodos e a maioria funciona. Seria muita prepotência dizer que apenas um método ou outro vai te levar a fluência, porém, inglês fluente em 4 semanas, simplesmente não existe. Esse tipo de abordagem é feita para os preguiçosos, não se deixe enganar.

Mito 4 – Quando eu chegar na fluência eu nunca mais vou precisar estudar inglês – Tudo o que você não pratica você esquece, um novo idioma não é diferente. Infelizmente aprender inglês não é igual a andar de bicicleta, se você parar, você vai esquecer muita coisa e provavelmente vai perder sua fluência. Inglês é para a vida toda. Você não precisa frequentar uma sala de aula a vida inteira, mas certamente terá que falar inglês com seus amigos, continuar vendo filmes em inglês, lendo livros ou qualquer outra atividade que te possibilite manter o idioma vivo.

Verdade 1 – Não gostar de inglês me impede de aprender – Se você não gosta de inglês,  vai ter uma grande dificuldade em aprende-lo. Praticamente tudo o que não gostamos, não fazemos bem feito, seja um trabalho,  esporte e principalmente aprender um novo idioma. Se você não gosta de inglês, procure gostar, aprenda a gostar, escute músicas em inglês, veja filmes em inglês, leia em inglês. Se você não gosta de inglês, é bem provável que você é uma daquelas pessoas que estudam inglês por muito tempo e não conseguem chegar a fluência.

goldfish jumping out of the waterVerdade 2 – Quem não arrisca não petisca –  Quem aprende um novo idioma tem mais é que se jogar na língua, tem que arriscar, tem que falar, tem que tentar, tem que errar. Aprender um novo idioma é assim mesmo, tente escutar e entender em inglês, sem traduzir, tente se comunicar em inglês, não lute contra ele, se entregue, arrisque e seja fluente mais rápido. Tente falar inglês em todas as oportunidades que você tiver, seja na sua aula de inglês ou em outros lugares. Quando comecei a aprender inglês, eu não perdia uma oportunidade sequer de falar o idioma, na escola eu falava inglês desde o momento em que eu pisava na recepção até a hora que eu ia embora, e quando ia embora, voltava falando sozinho em inglês para praticar todas as coisas novas que havia aprendido na aula. Eu falava com outras pessoas na internet, com os meus amigos, e essa atitude me ajudou muito a aprender. Então fica a dica, se arrisque!

Verdade 3 – Prática leva a perfeição – Se você vai pra escola de inglês, estuda sozinho em casa, ou mora no exterior, a prática é essencial para você se tornar fluente. Se você vai pra escola de inglês, mas só quer falar português, da apenas respostas diretas, e evita conversações em inglês, você vai demorar muito mais para se tornar fluente. Se você estuda em casa, mas apenas lê textos, ou vê videos e não pratica, você não vai se tornar fluente. Se você mora no exterior e vive rodeado de brasileiros, também.  O segredo é praticar, é fazer suas lições, escutar músicas, ver videos, filmes, seriados e tentar usar tudo aquilo que você está aprendendo.

Verdade 4 – Fluência leva tempo – Ninguém aprende inglês de um dia para o outro, e ninguém se torna fluente de umInglês leva tempo dia para o outro. Se você tem amigos realmente fluentes em inglês, converse com eles e pergunte quanto tempo eles demoraram para aprender o idioma e o que eles fizeram para aprender. É natural levar algum tempo pra aprender algo novo , isso não quer dizer que você tem que estudar inglês por 5 anos pra se comunicar bem. Com toda certeza, em 1 ou 2 anos você será capaz de se comunicar, de entender a língua, especialmente se você gosta do idioma e tem o hábito de praticar, porém para chegar a um nível alto do idioma com um vasto vocabulário, uso de expressões e um listening apurado leva tempo, portanto seja paciente.

Bom pessoal, essa foi a dica de hoje, espero que tenham gostado.

– Veja também: 5 características que todo estudante de inglês deveria ter

Qualquer dica ou dúvida sobre o tema por favor deixe um comentário abaixo.

Lembre-se de curtir a nossa página no face, e seguir o nosso blog!

Hugs and kisses!

Teacher Will